Zeppelin-1929.jpg

NOSSA HISTÓRIA

1930: o começo de uma bonita história.

Os irmãos Dallegrave, Martin e Joaquim, se uniram em 1930 para engarrafar vinho, vinagre, cachaça e álcool, esse último vindo do Estado de Pernambuco. Já o vinho chegava até a capital em bordalesas (barris) vindas da serra gaúcha, de cooperativas, como da Vinícola Aurora, ou de empresas como a Sociedade Vinícola Rio-Grandense. O vinagre era produzido em São Leopoldo, pela Weinmann e Cia. Ltda.

 

No início, a Irmãos Dallegrave começou em um prédio na rua Rua Tomaz Flores, no Bairro Bom Fim, em Porto Alegre, RS, e depois, em 1939, transferiu-se para a Rua Comendador Azevedo, 309, junto à Avenida Farrapos, na mesma cidade, que era a região industrial da capital gaúcha. Era uma época de ebulição. O progresso andava a passos largos.

 

Com o passar dos anos, a primeira sucessão: o filho de Martin, Plínio Dallegrave, e o genro de Joaquim, Arno Nelson Tesche, sucederam os fundadores e criaram a Dallegrave & Tesche, que continuou no mesmo ramo. 


 

 

 

 

 

 

No inicio dos anos 90, boa parte das empresas industriais começaram a migrar para os recém criados distritos industriais na região metropolitana. Foi nesse período que a empresa transferiu-se para o Distrito Industrial da cidade de Cachoeirinha, na Grande Porto Alegre. Nos primeiros anos de 2000 sua denominação passou a ser Zeppelin Comercial de Álcool Ltda., assumindo o nome de seu produto líder de mercado.

Foi em  homenagem ao dirigível alemão Graf Zeppelin, que sobrevoou a cidade de Porto Alegre em 1934, em sua rota turística alternativa, com passagem pela capital Gaúcha rumo a Buenos Aires, Argentina, que os irmãos Dallegrave batizaram sua empresa com o nome de Zeppelin.

 

A saber: na época, o dirigível tinha rota fixa entre a Alemanha e o Brasil, com dois pontos de paradas, nas cidades do Rio de Janeiro e do Recife. Curiosidade: o ponto de parada era feito através de ‘torres de atracação’, cuja uma das poucas que restam no mundo é a de Recife, que virou ponto turístico.

dirigível_Zeppelin_3@.jpg
Dirigível_Zeppelin_2@.jpg
Dirigível_Zeppelin_4@.jpg
Dirigível_Zeppelin_1@.jpg

R​ótulos históricos

Foram inúmeros os rótulos de produtos engarrafados ao longo da história da firma. Um dos mais tradicionais, é o conhecidíssimo e carro chefe da empresa, Álcool Zeppelin, existente desde 1934, ano da passagem do Graf Zeppelin por Porto Alegre.


Outros produtos que foram destaque, como a famosa Caninha Velha Tremapé, que teve uma bonita história no Rio Grande do Sul, com seu slogan ‘de trago em trago, a melhor do pago’ até hoje vivo na memória dos gaúchos. Foram engarrafadas também a Aguardente Independência e a Caninha República, que vinha do Rio de Janeiro. Vinhos, como Natal ou Barbera, também fizeram grande sucesso.

São Miguel é a nossa cachaça premium, Produzida com ingredientes naturais, a partir do mosto da cana-de-açúcar, fermentado, destilado e envelhecido por 2 anos em barris de Carvalho e de Cabriúva. Resultado: São
Miguel, um cachaça com sabor inigualável, com aroma e cor únicas, proveniente do envelhecimento em contato com madeiras nobres como o Carvalho americano e a Cabriúva brasileira. São Miguel é destinado a pontos de vendas nobres, com foco nos públicos das classes A e B, como lojas de especiarias, adegas e ilhas gourmet presentes em supermercados. Para maior informações sobre a cachaça São Migue, clique aqui.

22121634.jpg
22121625.jpg
Rótulo_Aguardente_Tramapé@.jpg
22121635 (1).jpg